quarta-feira, 6 de novembro de 2013

EXERCÍCIOS DE PORTUGUÊS 100 Á 189


EM BREVE A APOSTILA ESTARÁ PRONTA COM UMA BATERIA DE EXERCÍCIOS PARA VAMOS PRATICAR E PASSAR NO CONCURSO.

EXERCÍCIOS DE PORTUGUÊS 190 á 279 QUESTÕES


EXERCÍCIOS DE APOIO ORAÇÕES COORDENADAS



Exercícios: I 


             MATERIAL DE APOIO. VAMOS PRATICAR





 Associar as orações através do uso adequado da conjunção, procurando
expressar as relações semânticas possíveis (ideias).

1. Não duvide de nada. Neste mundo tudo é possível.

2. Vocês estudam. Deverão passar.

3. Carlota não vai à praia. Carlota não vai ao cinema.

4. Plante. O governo garante.

5. O lavrador semeia. A lavradeira, tempos depois, colhe.

6. O espetáculo foi bom. Não agradou ao público.

7. Todos falam em eleições. Ninguém faz eleições.

8. Nadando, ele é grande atleta. Jogando futebol, ele é grande atleta.

9. Está fazendo frio. Levarei uma blusa.

10. As crianças brincam. As crianças brigam.



GABARITO:  Exercícios: I -


1. Não duvide de nada. Neste mundo tudo é possível.

 Não duvide de nada, pois (porque - visto que - que) neste mundo tudo é possível.

EXPLICATIVA :Expressam a relação de explicação, razão ou motivo.
que, porque,porquanto,(pois antes do vb), por como, ou seja, na verdade, isto é, saber.


2. Vocês estudam. Deverão passar.

Vocês estudam, portanto (por isso – logo – por conseguinte) deverão passar.

CONCLUSIVA: Servem para dar conclusões às orações. Exemplos:
 logo, por isso, pois (depois do verbo), portanto, por conseguinte, assim, então, pelo que, por consequencia, desse modo, com isso, por isto, consequentemente, de modo que.


3. Carlota não vai à praia. Carlota não vai ao cinema.

R. Carlota não vai à praia, nem vai ao cinema. (... não só não vai... mas também não vai...)


4. Plante. O governo garante.

Plante, que (porque) o governo garante.

EXPLICATIVA :Expressam a relação de explicação, razão ou motivo.
que, porque,porquanto,(pois antes do vb), por como, ou seja, na verdade, isto é, saber.

5. O lavrador semeia. A lavradeira, tempos depois, colhe.

O lavrador semeia e a lavradeira, tempos depois, colhe.
ADATIVA: e , nem, mas também

6. O espetáculo foi bom. Não agradou ao público.

O espetáculo foi bom, mas (entretanto – porém – no entanto) não agradou ao
público.
ADVERSATIVA :indica uma relação de oposição bem como de contraste ou compensação
entre as unidades ligadas. Também pode gerar um sentido de consequência a algo dito anteriormente.
mas,porém,todavia,entretanto,no entanto,senão(= MAS SIM),não obstante,contudo, ainda assim ,apessar disso, mesmo, de outra sorte, ao passo que

7. Todos falam em eleições. Ninguém faz eleições.

Todos falam em eleições, mas (entretanto – porém – no entanto) ninguém faz
eleições.
ADVERSATIVA :indica uma relação de oposição bem como de contraste ou compensação
entre as unidades ligadas. Também pode gerar um sentido de consequência a algo dito anteriormente.
mas,porém,todavia,entretanto,no entanto,senão(= MAS SIM),não obstante,contudo, ainda assim ,apessar disso, mesmo, de outra sorte, ao passo que


8. Nadando, ele é grande atleta. Jogando futebol, ele é grande atleta.

Ele é grande atleta não só nadando mas também jogando futebol.

ADITIVA : expressa adição.

9. Está fazendo frio. Levarei uma blusa.

Está fazendo frio, portanto (por isso – logo) levarei uma blusa.

CONCLUSIVA: Servem para dar conclusões às orações. Exemplos:
 logo, por isso, pois (depois do verbo), portanto, por conseguinte, assim, então, pelo que, por consequencia, desse modo, com isso, por isto, consequentemente, de modo que.

10. As crianças brincam. As crianças brigam.

As crianças ora brincam, ora brigam

ALTENATIVA : Como o seu nome indica, expressam uma relação de alternância, seja por incompatibilidade dos termos ligados ou por equivalência dos mesmos.ou... ou,ou,ora... ora, já... já, quer... quer, nem,nem, talves, talveze