quinta-feira, 20 de outubro de 2016

6º EXERCÍCIOS 226 Á 261


226. A frase que apresenta erro de concordância nominal é:

VAMOS RELEMBRAR: Tal Qual
<Tal> concorda com o antecedente, <qual> com o consequente.
As garotas são vaidosas tais qual a tia.
Os pais vieram fantasiados tais quais os filhos.
OBS: Se o elemento anterior é um verbo, tal fica invariável; se o elemento posterior é um verbo, qual fica invariável.
Eles agem tal quais as ordens do pai.
Eles agem tal qual forem as ordens do pai.

TAL QUAL OU TAIS QUAIS

a) Os filhos saíram tais qual o pai. 

b) Eram paisagens as mais bonitas possível.


VAMOS LEMBRAR: POSSÍVEL OU POSSÍVEIS









a) precedido de o mais,o menor, o melhor, o pior – singular; 
b) precedido de os mais, os menores, os melhores, os piores – plural.
Ex.: Estampas o mais possível claras. / Estampas as mais claras possíveis.


c) É necessário paciência, rapazes.



VAMOS LEMBRAR
Exemplos:
  1. É necessário a autorização para a visita. [Inadequado]
    É necessária a autorização para a visita. [Adequado]
  2. É necessário as assinaturas nos documentos originais. [Inadequado]
    São necessárias as assinaturas nos documentos originais. [Adequado]












d) Elas enviaram anexos à pasta os documentos.
ANEXO / EM ANEXO – adjetivos, concordam com o substantivo a que se referem.
Ex.: Envio-lhe anexos / inclusos os documentos.  (em anexo, junto a são invariáveis)



e) Ela parecia meio calada e aborrecida.

VAMOS RELEMBRAR:

MEIO – numeral = metade (variável)

Ex.: Falou meias verdades.   

MEIO = Advérbio =  (invariável)

Ex.: Encontrava-se meio fatigada.

___________________________________________

227. A frase que apresenta erro, quanto à concordância verbal, está na opção:

VAMOS RELEMBRAR: CLIQUE AQUI!

a) Elas parecia estarem aborrecidas.

b) Tudo são alegrias nesta vida.

c) Juliana Luíza é as alegrias dos avós também.

d) Cinco metros de pano é o suficiente.

e) O pai e o filho era bom de conversa.

___________________________________________

228. Assinale o item que contenha erro quanto à análise sintática.

a) Ela é fiel aos amigos. (complemento nominal)

VAMOS REVISAR:
Complemento nominal é o termo que complementa o sentido de uma palavra que não seja verbo. Assim, pode se referir a substantivos, adjetivos ou advérbios, sempre por meio de preposição.
Exemplos: "Marcos tem orgulho de Lívia"
- Orgulho de quem?
- De Lívia (Complemento nominal);

b) Tornou-se médico aquele rapaz. (Objeto direto)

VAMOS REVISAR: Objeto direto é o termo da oração que completa o sentido de um verbo transitivo direto. O objeto direto liga-se ao verbo sem o auxílio de uma preposição. 
Indica o paciente, o alvo ou o elemento sobre o qual recai a ação.
Identificamos o Objeto direto, quando perguntamos ao verbo: "o quê" A resposta será o 'Objeto Direto'
Exemplos:
Vós admirais os companheiros. - Perguntamos, vós admirais o quê?
A resposta é os companheiros, que é o objeto direto.
Nós amamos Julieta. - Perguntamos, nós amamos quem?
A resposta é Julieta, que é o objeto direto da oração.


c) A nossa liberdade não tem preço.  (adjunto adnominal)
Adjunto Adnominal: É entendido como o elemento da oração que sempre acompanha o núcleo do substantivo de uma função sintática (objetos, sujeito, complemento nominal etc.).
O adjunto adnominal vem representado por artigos, adjetivos, locuções adjetivas, pronomes adjetivos e numerais.

 É importante ressaltar que ele se liga ao nome com a presença ou não de preposição, sendo um caracterizador do nome a que faz referência; portanto, tem valor adjetivo.
Exemplos:
  1. Minha amiga do colégio comprou duas blusas iguais.
    (Repare que as palavras em destaque são adjuntos adnominais.)
  1. Criança atenciosa. (adjetivo)
  1. Brinco de ouro. (locução adjetiva)
  1. O caderno. (artigo)
  1. Quinze sapatos. (numeral)
  1. Nossa família. (pronome possessivo)
  1. Alguns carros. (pronome indefinido)
  1. Aquela casa. (pronome demonstrativo)
  1. Quero-te comigo. (pronome oblíquo com valor de possessivo)

d) O homem irresponsável tornou-se digno.
(adjunto adnominal)


e) A construção da ponte custou caro.
 (complemento nominal)

___________________________________________

229. Assinale o item que contenha erro na análise da conjunção.

a) Espero que ele esteja bem de saúde.
 (conjunção integrante) 


b) Chora que chora o leite derramado. 
    (conjunção coordenativa aditiva)

c) Papai, abra a janela, que estou com calor.        (conjunção coordenativa explicativa)

d) Tenho necessidade de que ele volte 
    (conjunção integrante)

e) Cuidarei de todos vocês que não deles. 
(conjunção coordenativa aditiva)

___________________________________________
230. Assinale o item correto quanto à concordância verbal.

a) Devem haver rasuras no teste, professor.


Deve haver ou devem haver?

Devem haver outras formas de cultivar uma exposição de arte.”
Nunca é demais lembrar que o verbo “haver” quando exprime as ideias de “existir” ou de “ocorrer” é considerado impessoal (sem sujeito), o que o leva a permanecer no singular.

Os verbos flexionam-se para concordar com o sujeito; na ausência de sujeito, ficam na terceira pessoa do singular.
É por isso que dizemos que “houve indícios de fraude” (e não “houveram”) ou que “havia casos intrigantes” (e não “haviam”). 
É o mesmo tipo de construção própria dos verbos que exprimem fenômenos da natureza:
 “Choveu muito ontem”, “Nevava”, “Ventava” etc.
Quando o verbo “haver” aparece acompanhado de um verbo auxiliar, este assume o comportamento impessoal, permanecendo no singular.
 É por isso que dizemosDeve haver indícios de fraude”, 
Pode ter havido casos semelhantes”,
 “Vai haver reações”,
 “Tinha havido exposições”, 
 de haver pessoas honestas” etc.
Veja, abaixo, a construção correta:
Deve haver outras formas de cultivar uma exposição de arte.

b) Naquela prova deverá existir questões fáceis.

c) Fazem meses que eu não o vejo.

FAZ ou FAZEM? 

faz ou fazem como escrever concordância verbo dois meses 5 anos dias

A dúvida é: "faz dois anos" ou "fazem dois anos"?



A resposta é: "faz dois anos".

O verbo "fazer" não se altera quando ele estiver indicando tempo decorrido
 (ou seja: o verbo é impessoal). 
Portanto, devemos dizer "faz dois meses", "faz dias", "faz cinco anos", etc. 

d) casos difíceis, doutor?

e) Haviam obtido bons resultados os candidatos.

___________________________________________

231. Assinale o item errado quanto à formação de palavras.




a) Há muita desigualdade no mundo. (derivação parassintética)

VAMOS LEMBRAR:


Derivação Parassintética ou Parassíntese :   

Ocorre quando a palavra derivada resulta do acréscimo simultâneo de prefixo e sufixo à palavra primitiva.

Considere, por exemplo, o adjetivo "triste". Do radical "trist-" formamos o verbo entristecer pela junção simultânea do prefixo  "en-" e do sufixo "-ecer". Note que a presença de apenas um desses afixos não é suficiente para formar uma nova palavra, pois em nossa língua não existem as palavras "entriste", nem "tristecer".

Exemplos:



Palavra Inicial
PrefixoRadicalSufixoPalavra Formada
mudoemudecer
emudecer
almadesalmadodesalmado


Dica: para estabelecer a diferença entre derivação prefixal e sufixal e parassintética, basta retirar o prefixo ou sufixo da palavra na qual se tem dúvida. Feito isso, observe se a palavra que sobrou existe; caso isso aconteça, será derivação prefixal e sufixal. Caso contrário, será derivação parassintética.

b) O combate ocorreu naquela academia. (derivação imprópria)

c) O não foi dito! (derivação imprópria)

VAMOS LEMBRAR:

Derivação Imprópria

A derivação imprópria ocorre quando determinada palavra, sem sofrer qualquer acréscimo ou supressão em sua forma, muda de classe gramatical.

Neste processo:

1) Os adjetivos passam a substantivos

Por Exemplo:



Os bons serão contemplados.
2) Os particípios passam a substantivos ou adjetivos
Por Exemplo:



Aquele garoto alcançou um feito passando no concurso.
3) Os infinitivos passam a substantivos

Por Exemplo:



andar de Roberta era fascinante.
O badalar dos sinos soou na cidadezinha.

4) Os substantivos passam a adjetivos

Por Exemplo:



O funcionário fantasma foi despedido.
O menino prodígio resolveu o problema.

5) Os adjetivos passam a advérbios

Por Exemplo:



Falei baixo para que ninguém escutasse.
6) Palavras invariáveis passam a substantivos
Por Exemplo:



Não entendo o porquê disso tudo.
7) Substantivos próprios tornam-se comuns.
Por Exemplo:



Aquele coordenador é um caxias! (chefe severo e exigente)

Observação: os processos de derivação vistos anteriormente fazem parte da Morfologia porque implicam alterações na forma das palavras. No entanto, a derivação imprópria lida basicamente com seu significado, o que acaba caracterizando um processo semântico. Por essa razão, entendemos o motivo pelo qual é denominada "imprópria".


d) O pianista foi aplaudido. (derivação sufixal)

e) A deslealdade é imoral. (derivação pré-sufixal)


VAMOS LEMBRAR!

Tipos de Derivação
Derivação Prefixal ou Prefixação
Resulta do acréscimo de prefixo à palavra primitiva, que tem o seu significado alterado. Veja os exemplos:



crer- descrer
ler- reler
capaz- incapaz

Derivação Sufixal ou Sufixação
Resulta de acréscimo de sufixo à palavra primitiva, que pode sofrer alteração de significado ou mudança de classe gramatical.

Por Exemplo:



alfabetização
No exemplo acima, o sufixo -ção  transforma em substantivo o verbo alfabetizar. Este, por sua vez, já é derivado do substantivo alfabeto pelo acréscimo do sufixo -izar.
A derivação sufixal pode ser:

a) Nominal, formando substantivos e adjetivos.
Por Exemplo:



papel - papelaria
riso - risonho

b) Verbal, formando verbos.
Por Exemplo:



atual - atualizar
c) Adverbial, formando advérbios de modo.
Por Exemplo:



feliz - felizmente
Derivação Prefixal e Sufixal
Ocorre quando a palavra derivada resulta do acréscimo não simultâneo de prefixo e sufixo à palavra primitiva.

Exemplos:
Palavra Inicial
PrefixoRadicalSufixoPalavra Formada
lealdeslealdadedeslealdade
felizinfelizmenteinfelizmente

Note que a presença de apenas um desses afixos é suficiente para formar uma nova palavra, pois em nossa língua existem as palavras "desleal", "lealdade" e "infeliz", "felizmente".

___________________________________________

232. Assinale o item que contenha erro de semântica.
a) A guerra é iminente, pois a tribo está revoltada.

b) Ele passou desapercebido, isto porque, o professor não o viu.

c) Ele chegou no momento azado.

d) Irei ao cinema na sessão das dez.

e) O menino levou um soco do colega, portanto, a sua própria face ficou vultuosa.

___________________________________________

233. Assinale o item que contenha erro de ortografia.

VAMOS LEMBRAR: RESUMO DE ORTOGRAFIA

a) Ele é um pexote!

b) Toda regra tem sua exceção.

c) Ele reinvindicou por melhores salários.

d) O jenipapo é fruta gostosa.

e) Na tigela havia muitos doces.

___________________________________________

234. Nós __________ pesada multa aos jogadores. Se os regulamentos forem __________, puniremos os responsáveis. 

As palavras adequadas para o preenchimento das lacunas das frases são, respectivamente:

a) inflingimos / infrigidos

b) infligimos / infringidos

c) infringimos / inflingidos

d) infrigimos / inflingidos
___________________________________________


235. Marque a opção cuja classificação do elemento mórfico está INCORRETAMENTE indicada nos parênteses.
VAMOS LEMBRAR DESINÊNCIAS

a) alunas (desinência de gênero)

b) chegará (desinência modo-temporal)

c) assisto (desinência número-pessoal)

d) amorosa (vogal temática)

___________________________________________

236 . "O choro foi tão intenso que os pais pediram socorro ao médico."

A palavra destacada é formada por:

a) derivação regressiva

b) derivação imprópria

c) derivação parassintética

d) composição por aglutinação

__________________________________________

237. A forma verbal sublinhada está empregada no modo subjuntivo em:

VAMOS LEMBRAR : FORMA VERBAL

a) Tais depoimentos levarão à demissão dos deputados.

b) O presidente certamente errou ao avaliar as nossas reações.

c) Mesmo que ele polemize muito, não lhe obedeceremos.

d) Saia agora da minha casa e não volte mais.

___________________________________________

238. "Não arrisque a pele do seu bebê.

 Fique com Hipoglós. Nele você confia." 

Segundo a norma padrão, o texto está reescrito adequadamente em:

a) Não arrisques a pele do teu bebê. Fica com Hipoglós. Nele tu confias.

b) Não arrisque a pele do teu bebê. Ficas com Hipoglós. Nele tu confias.

c) Não arrisque a pele do seu bebê. Fiques com Hipoglós. Nele você confia.

d) Não arrisques a pele do seu bebê. Ficas com Hipoglós. Nele tu confias.

___________________________________________

239. Assinale o período em que NÃO há erro quanto ao emprego da vírgula.
VAMOS LEMBRAR : USO DA VÍRGULA

a) O pentacampeão mundial de Fórmula I, assegurou que não teme morrer nas pistas.

b) Ouvi as batidas do meu coração, mas, de repente, tudo ficou bem mais escuro.

c) Mesmo que os americanos obtenham vitória rápida, será importante, a retomada das negociações.

d) Segundo levantamento da empresa, o número de visitantes do exterior, registrou queda expressiva no ano passado.

___________________________________________

240 . "A coalizão governista é frágil e minoritária. 

Para legislar, precisa dos votos que sempre foram de Fernando Henrique Cardoso.

" No período, NÃO encontramos exemplo de:

a) conjunção integrante

b) advérbio

c) preposição

d) pronome relativo

___________________________________________

241. "Para ver a plantação de dinheiro dos nossos clientes, é preciso flexibilizar negociações."




 No período, a oração adverbial exprime a idéia de:

a) conformidade

b) finalidade

c) concessão

d) proporcionalidade

___________________________________________

242. Tendo em vista aspectos de concordância verbal e nominal, responda assinalando a concordância incorreta.

CLIQUE PARA LEMBRAR!
VAMOS LEMBRAR :

a) Tu e ele procurastes o melhor encaminhamento das dúvidas.

b) Havia intervenções que seriam avaliadas pelos políticos da cidade.

c) Alugou-se imediatamente os cômodos que estavam disponíveis.

d) Faz vinte anos que ele cometeu todos esses crimes bárbaros.
___________________________________________

243. Tendo em vista aspectos de concordância verbal e nominal, responda assinalando a concordância incorreta.
a) Em função dos fatos, é necessário atenção.

b) A aluna estava meio nervosa com os resultados.

c) Vossa Excelência devíeis analisar melhor os resultados.

d) Existiam bastantes alunos na manifestação.

________________________________________

244. Tendo em vista aspectos de concordância verbal e nominal, responda assinalando a concordância incorreta.

a) Seguiam anexos os pareceres e as cópias dos documentos.

b) Qual de nós elaboramos melhor as respostas do teste?

c) Mais de um professor discutiu a necessidade de novas avaliações.

d) A maioria dos presentes não compreenderam nossas intenções.
___________________________________________

245. Analise as frases: I. Chamaram-nos de ingratos. II. Aspira ao cargo de representante da empresa. 

III. Preferimos o vôlei ao basquete. Em seguida, marque a opção correta.

a) se apenas os itens I e II estiverem corretos

b) se apenas os itens I e III estiverem corretos

c) se apenas os itens II e III estiverem corretos

d) se os itens I, II e III estiverem corretos

___________________________________________

246. Julgue os períodos: I. Visamos à felicidade de todos. II. Só fui capaz de conhecer-lhe agora.

III. Pagamos a dívida aos nossos vizinhos. A seguir, assinale a alternativa correta.

a) se apenas os itens I e II estiverem corretos

b) se apenas os itens I e III estiverem corretos

c) se apenas os itens II e III estiverem corretos

d) se os itens I, II e III estiverem corretos

247. Assinale a frase em que a crase foi usada INCORRETAMENTE.

a) A mulher à que nos referimos foi atendida pelo prefeito.

b) Doaram os livros àqueles homens que mais se destacaram.

c) Disseram às suas amigas que não entenderam as explicações.

d) Mostrava-se sensível às decisões assumidas pelos convidados.

248. Observe atentamente a colocação dos pronomes oblíquos átonos nas frases a seguir: I. Vinham-me acompanhando vários amigos. II. Devo incomodar-te muito com essas idéias. III. Deus te ajude nessa nova missão! A colocação está ADEQUADA em:

a) I e II apenas

b) I e III apenas

c) II e III apenas

d) I, II e III

249. Sabe-se que em português algumas palavras são grafadas com X e outras com CH. Assinale a alternativa em que todas as palavras estão corretamente grafadas.

A) chaveiro, enxame, luxação, chuvisco.

B) xadrez, chícara, luchuoso, achado.

C) chalé, xaleira, xantagem, chama.

D) xisto, xacoalho, cheiro, chofer.

E) enchada, xale, charope, xingar.

250. Em todas as alternativas abaixo há uma palavra no singular e a sua correlata no plural. Assinale aquela cuja forma plural está incorreta.

A) furacão - furacões.

B) cidadão - cidadãos.

C) qualquer - qualqueres.

D) nuvem - nuvens.

E) lenhador - lenhadores.

251. Em uma das alternativas abaixo a conjugação do verbo está incorreta. Assinale-a.

A) Todos estavam curiosos acerca do fato.

B) Tu sabe que isto não está correto.

C) Eles correram assim que foram chamados pelo chefe.

D) Se nós formos ao evento, encontraremos a turma.

E) Ouça: não te envolvas com estas pessoas de caráter duvidoso.

252. Assinale a alternativa em que o plural do adjetivo encontra-se grafado incorretamente.

A) multicor - multicores.

B) sutil - sutiles.

C) precioso - preciosos.

D) beleza - belezas.

E) sensacional - sensacionais.

253. Na oração a seguir, foi retirada a pontuação: O professor anunciou teremos provas de História Geografia Inglês e Física Devemos estudar incessantemente. Assinale a alternativa em que a mesma frase se encontra devidamente pontuada.

A) O professor anunciou, teremos provas de História. Geografia, Inglês e Física? Devemos estudar incessantemente:

B) O professor anunciou: teremos provas de História, Geografia, Inglês e Física. Devemos estudar incessantemente!

C) O professor, anunciou, teremos provas de História: Geografia Inglês e Física? Devemos estudar incessantemente,

D) O professor, anunciou teremos, provas de História, Geografia Inglês e Física, Devemos estudar incessantemente.

E) O professor, anunciou! teremos, provas de História Geografia Inglês e Física. Devemos estudar, incessantemente.

254. Em uma das alternativas abaixo a conjugação do verbo grifado está incorreta. Assinale-a.

A) Quando eu pôr as mãos sobre a mesa, tudo se resolverá!

B) Se eu soubesse a verdade, não teria ficado tão triste.

C) Eles fizeram de tudo para auxiliar as crianças.

D) O professor conseguiria ensinar se não fossem tantos alunos indisciplinados.

E) Queira Deus que possamos vencer!

255. Veja as frases: I. Com quantos anos você pretende se casar? II. Marcela está sempre sorrindo. III. Que falta de compaixão com os idosos! IV. Por que será que ele insiste em não mudar? Assinale a alternativa que aponta corretamente a seqüência das frases quanto à pontuação.

A) I. afirmativa; II. interrogativa; III. afirmativa; IV. exclamativa.

B) I. exclamativa; II. exclamativa; III. Interrogativa; IV. afirmativa.

C) I. afirmativa; II. exclamativa; III. afirmativa; IV. afirmativa.

D) I. interrogativa; II. Afirmativa; III. exclamativa; IV. interrogativa.

E) I. exclamativa; II. Interrogativa; III. afirmativa; IV. afirmativa.

256. Quanto à acentuação gráfica das palavras: A) prática, pedagógica. B) fazê-lo, daí. C) possível, sótão. D) pé, nós.

a) A e B são acentuadas pela mesma regra.

b) Cada par de palavras é acentuado pela mesma regra.

c) Na opção B as regras de acentuação são diferentes.

d) Somente a opção C é a correta.

257. No fragmento "desde as experiências mais remotas de minha infância, de minha adolescência, de minha mocidade" há o recurso expressivo denominado:

a) redundância;

b) gradação;

c) hipérbole;

d) perífrase

258. Em todas as opções as palavras pertencem ao mesmo campo semântico, exceto:

a) pedagógica / estudo

b) porém / enquanto

c) linguagem / leitura

d) não / leitura

259. O vocábulo PRESCINDIR tem seu antônimo representado pela palavra:

a) indispensável

b) inaugurar

c) envolvia

d) permitido

260. Em "algumas delas como se fossem gente" a palavra COMO é uma conjunção comparativa. Em qual alternativa classificou-se erroneamente o vocábulo?

a) Como chegou tarde, não pôde fazer o teste. (conjunção causal)

b) Tenho-o como amigo. (conjunção comparativa)

c) Ele trabalha como determina a lei. (conjunção conformativa)

d) Eu não como muito à noite. (verbo)

261. "A leitura do mundo precede a leitura da palavra". Em qual opção não há referência a este fragmento?

a) "...rodeada de árvores, algumas delas como se fossem gente."

b) "A velha casa, seus quartos, seu corredor, seu sótão, seu terraço."

c) "Linguagem e realidade se prendem dinamicamente."

d) "Aceitei vir aqui para falar um pouco da importância do ato de ler."


GABARITO: